06 junho 2010

Lisboa, 05.06.10





16 comentários:

Gonçalo disse...

Foi, foi... nem sei...Acho que o silêncio é a única forma de descrever o concerto de ontem, simplesmente porque não há palavras que consigam descrever o que realmente senti ao ver-vos e ouvir-vos tocar. Tive pena que "aula de dança" não fosse um dos temas que fez parte do concerto, pois adoro-o, mas tudo o resto fez-me esquecer isso. A vossa presença em palco, o vosso espírito...um muito obrigado por animarem a minha depressão, as vossas musicas são minhas fieis companheiras em bons e maus momentos da minha vida.

Moura, G

António disse...

Olá,
Mais um momento lindo, quente (numa noite que até ameaçava ficar fria com aquele ventinho maroto), mas vocês como sempre aqueceram o ambiente, e a roçar a intimidade dos nossos corações. Éramos um grupo de 9, e desses 9 apenas eu e a minha namorada já tínhamos tido o prazer de vos ver 2 vezes (já agora Mitó, faltou dizer-te que tinhamos estado no dia 4 de Novembro no CCB). Fico contente, por ter saído do Castelo de São Jorge com mais 7 fans do vosso grupo, em que vínhamos todos no regresso a casa com aquela sensação de unidos por um Monotone.

Obrigado e Até Breve,
António Paiva

Anónimo disse...

O que dizer.... deliriummmmmmmmm

Gabriel A disse...

Opá, mas que maravilha de concerto.
"Todos os dias agradeço-vos por esta vossa sonoridade que me anima"
Eu não consegui estar sentado. Fui para junto do PA, até pq a partir das filas do meio, a visibilidade era má, e o cenário dos pinheiros mansos era para ser contemplada á séria.
"Minha cintura testemunha, o que faço para te agradar".
Não quis saber quem testemunhava, mas que a cintura fartou-se de bailar ai isso fartou-se.
Só espero que nunca percam o feeling de tocarem juntos. Acredito que seja difícil ultrapassarem os "vossos momentos" que tiveram com o João Aguardela, mas tb acredito que têm mt mais para nos dar. O baixo e a guitarra eléctrica com o power da bateria a brindarem com a Mitó são inagualáveis neste mundo. Por isso deixem-se possuir pelo vosso talento que não é pouco e partilhem connosco muito do que queremos beber de todos vós.
Levei a minha filhota que não desgrudou os olhos do palco, e ela adorou. Disse-me que a Mitó tem uma voz mt melhor ao vivo que em disco. :)
Obrigado a todos.
P.s até chorei a ouvir "Filha de duas mães". Fabuloso!
E viemos todos a cantar "A Gorda do café" descendo colina abaixo.

Miguel Assumpção disse...

Já é a quarta vez que tento deixar um comentário, mas mais uma vez todas as palavras do mundo não são suficientes.

Carlos Torrão (Maia - Porto) disse...

Vocês são raros, preciosos. Obrigado pelo desassossego, pela inquietação, ‘a rasgar a vida’. Depois do concerto, regressei a casa devagar, como quem não quer voltar, resistindo com saudade. Rumo ao Porto, revi as palavras, os sons, as sensações que me permitiram experimentar. Deixaram-me invadido por uma alegre sensação de tristeza. Quando voltam? Era capaz de regressar para vos rever, vezes sem conta. Obrigado Maria Antónia, pelas palavras que me deste e que me deixaste escritas num pedaço de papel. Obrigado Sandra, pela força e por estares presente (e também pelo teu set list, que guardei como lembrança). Obrigado Samuel. Obrigado Luís. Pela simpatia. Obrigado, por nos darem tanto em troca de tão pouco. Carlos Torrão (carlos.torrao@mail.telepac.pt).

Anónimo disse...

agradecido por me ajudarem a atravessar os dias. existem velas que quando se acendem são autenticos farois no mar de tristeza quotidiana onde certas almas navegam perdidas...

Pedro disse...

Ola a todos mas gostava mt d obter o livro/dvd mas procuro nas lojas Fnac no norte e nada. Alguem sabe onde posso obter o livro? Mt Obg

Cláudia Rosa disse...

Este sentimento de grande admiração e respeito começou no dia 4 de Novembro no CCB, e de lá para cá cada vez gosto mais de vocês!
Para mim são, sem duvida, o que de melhor se faz em Portugal!
Oiço-vos vezes sem conta, no carro, em casa, no trabalho e é sempre uma descoberta!
O concerto no castelo de São Jorge foi espectacular, cantei do principio ao fim, recusei sentar-me e soube-me a pouco!
Ficamos à espera que regressem aos palcos! Eu e o meu marido lá estaremos!
Parabéns a todos e façam o favor de continuarem! =)

Carlos Torrão (Maia - Porto) disse...

Pedro... O Livro/DVD que procuras encontra-se disponível na FNAC NorteShopping (livraria, secção de arte/música). Passei lá este fim-de-semana e existiam ainda 5/6 exemplares. Despacha-te!

Erwan disse...

Estive presente no vosso concerto no Avante 2010 queria dar-vos os parabéns... foi um momento único e inesquecível... obrigado
Continuem por favor o projecto A naifa

HMagalhaes disse...

Não Vos conhecia, a não ser de nome. Ao saber que actuavam na Festa do Avante, a única festa onde costumo ir, para além das Festas da Senhora d’Agonia – desfile do bombos, gigantones e cabeçudos, e relembrando-me de um cartaz em que era anunciada uma homenagem a João Aguardela, fui ver-Vos.
As poucas palavras que me saem são deslumbre, dor, saudade, paixão, tal a violência de sensações que me derrearam. A voz da Maria Antónia, incomparavelmente mais profunda ao vivo que nas gravações – sim, na primeira oportunidade comprei o que existe disponível em cd, que agora ouço como quem desesperadamente precisa de tal alimento para a “alma”, levaram-me ao passado, onde numa noite no Teatro Aberto o Zé Mário Branco partilhou connosco esse texto magnífico, o “FMI”. Mas mais importante ainda, fazem-me acreditar que vale a pena estar vivo, nem que sejam mais 30 segundos, para poder partilhar tais momentos. Momentos de êxtase, de comunhão com desconhecidos através das palavras e dos sons, tão magistralmente ditos e tocados. Magistralmente porque tocaram o que de mais íntimo em mim reside! Bem hajam por nos ajudarem a atravessar este deserto em que muitas vezes a vida se transforma, quantas vezes por nossa própria responsabilidade e inércia!

Ana Henrique disse...

A vossa música orgulha-me de ser portuguesa. São a prova provada que podemos ser originalissimos e autênticos com o que é nosso.Continuando com esse fenomenal processo criativo irão longe. Dos Açores desejo-vos o maior sucesso e muita força.
Ana Henrique

Pedro disse...

Quando lançam um novo disco? Quero voltar-vos a ouvir com novas músicas.
Long live João Aguardela.

Sara disse...

Que é feito d'A Naifa?? Que andará a fazer? Será que ainda vou poder assistir a um espetaculo ao vivo?

saudações

Ruben disse...

Tive o privilégio de ver alguns dos vossos concertos... mas não chega. Quero ouvir muito mais músicas novas, aprender letras "estranhas" e assistir a concertos inesqueciveis. Não deixem que um projecto como este termine, apareçam os obstáculos que aparecerem.